What makes you happy?

English: What woman does not feel like “Superwoman” nowadays? We always want to be strong enough to assume as much responsibility as we can possibly handle. We’re present and ready for whatever comes our way; a new challenge at work, a comforting shoulder to welcome a friend, an example to take after for our family and children in some cases; often, too, the financial foundation of the family, and so on…and if we don’t have an escape outlet, these tasks and situations can guarantee a disastrous outcome in our lives. Research has shown that our brain was not made to handle so many tasks at one time; and assuming so much responsibility may be quite the risk, especially for our health.

And where does this “Superwoman” hide all of her fragileness and delicateness? I know one thing; that sooner or later, she’s going to explode….yes. I also know that it is not easy to say, but I must confess that sometimes I feel that way. Other times, I have this sensational feeling of having several arms to use for work, at home with the family, with my cat Grace, and with this l feel like an accomplished woman.

So, what is the best equation in slowing down the contemporary woman? I’ve already stopped to ask this question to myself and countless other woman I’ve talked to day-to-day. The best answer lies in another question: “What makes you happy?” This question seems so much like a slogan of a television commercial, but it works! Prioritizing what’s really worth it can produce a much healthier life. In today’s world, I don’t think I can be happy if I only dedicate myself to my family or to other tasks that need to be done around the house. I love my job! I need my job because it makes me happy, and each day I try my best to maintain a perfect balance between both of these things in order for me to do the best that I can in all that I do.

Of course, many times we end up asking ourselves, “Will it be worth it?” The answer should be easy to read and easy to be heard. So ask yourself now: “What makes you happy? What should be the main priorities in your life?

Answer these questions, and you’ll be on the right track. Believe it!

Here are 3 daily habits I’ve developed that have helped point me in the right direction towards happiness and success at the same time:

1.Have a purpose: Define what success means to you. Having a salary of X? To get a certain job? Win a prize? You should know where it is that you’re going. Is it really important to you, and if so, would you give anything for it?

2.Share your idea: Gathering support and the help from others can help multiply your gains, as well as divide the difficulties or troubles in search of the solution.

3.Make someone else happy: Not one person is responsible for the happiness of another person, but making someone else happy can contribute to your own happiness. Being happy is an option, and it is nearly impossible for someone to uplift the spirit of another person if they too are unhappy. Spreading happiness can only do one thing, and that is to raise your own level of happiness.

Português: Qual mulher não se sente uma “mulher-maravilha” atualmente? Sempre queremos ser fortes o suficiente para assumir mais e mais responsabilidades. Estamos ali sempre prontas para o que vier; um novo desafio de trabalho; um ombro para acolher um amigo; um exemplo a ser para nossa família e em alguns casos filhos; muitas vezes, também, a base financeira da família; e por ai vai… Se não tiver uma válvula de escape, essa somatória de atividades (diga-se: preocupação) pode garantir um resultado desastroso em nossas vidas. Pesquisas revelam que nosso cérebro não foi feito para acumular funções; assumir isso e um verdadeiro risco, sobretudo para a saúde.

E onde sera que essa “mulher-maravilha” esconde sua fragilidade? Uma coisa eu sei: cedo ou tarde, ela acabara explodindo… Sim, eu também sei que e fácil falar. Confesso que me sinto assim, tendo a sensação de ter vários braços parar dar conta no trabalho, em casa com a família, minha gatinha Grace e ainda me sentir uma mulher realizada.

Então, qual a melhor maneira para desacelerar essa mulher contemporânea? Já fiz essa pergunta varias vezes parar mim mesma e para inúmeras mulheres com quem converso diariamente no meu dia a dia. A melhor resposta esta em outra pergunta: “O que te faz feliz?” Essa questão parece slogan de comercial de TV, mas funciona! Priorizar o que realmente vale a pena pode ser a saída parar uma vida muito mais saudável. Particularmente, acho que hoje não conseguiria ser feliz apenas me dedicando a tarefas de casa ou família; além de amar minha família preciso do meu trabalho. Ele também me faz feliz! E, a cada dia, vou tentando buscar um equilíbrio parar fazer o meu melhor, dentro do possível, em tudo.

E claro que, muitas vezes, nos questionamos: “Será que vale a pena?”. E a resposta esta bem ali, no nosso coração, bem fácil de ser escutada. Assim pergunte-se agora: “O que faz você feliz? Quais devem ser as prioridades em sua vida?”

Respondidos esses questionamentos, você estava no caminho certo. Acredite!

Aqui esta 3 passos que eu sigo em direção a felicidade e ao sucesso ao mesmo tempo:

1. Tenha um propósito: Defina o que é sucesso para você. É ter um salário X? Conseguir o tal emprego? Ganhar um prêmio? Saiba para onde esta indo, se e realmente importante para você e se daria tudo por isso.

2. Compartilhe suas ideias: Assim você vai poder contar com a ajuda dos outros, seja para multiplicar as conquistas ou para dividir as dificuldades em busca de soluções.

3. Faça o outro feliz: Ninguém é responsável pela felicidade do outro, mas pode contribuir. Ser feliz é uma opção, apenar das dificuldades e dos momentos tristes. E impossível ser infeliz fazendo outras pessoas felizes.

More from Duda Castro

The Kill Photoshoot

Credits Photographer – Troy R Huynh || Facebook || Instagram Look – FOREVER XXI Make Up – Toshi Szpyra...
Read More

18 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *